26 C
Recife

Pedidos para empréstimos relacionados a viagens crescem 307% em junho, aponta FinanZero

Com o avanço da imunização entre as faixas etárias mais jovens, os brasileiros começam a retomar os planos que foram paralisados com o surgimento da pandemia. Entre eles, o desejo de viajar aparece em maior grau e entidades do setor veem retorno com otimismo. A busca por empréstimos para viagens apresentou crescimento de 307% em junho de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020, de acordo com dados referentes à base de usuários da FinanZero, fintech de empréstimos online, de cerca de 4 milhões de clientes.

Já no comparativo mês a mês, a alta mensal apontada para a busca de crédito por conta de viagens foi de 15% em relação ao mês anterior. Segundo a  Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no mesmo mês, as empresas aéreas registraram alta de 16,2% no número de passageiros no comparativo com o mesmo período de 2020. O percentual é equivalente a mais de 4,2 milhões de pessoas que voaram pelo país. 

Além da remarcação de viagens já planejadas antes da pandemia, há também o desejo de voltar a viajar após o período de isolamento. Outra crescente com a mudança de hábitos dos brasileiros e com a atualização do mercado é a possibilidade de realizar o trabalho remoto a partir de outros ambientes que não são mais, unicamente, a casa do colaborador.

A razão é compatível com a média de idade dos cidadãos que buscaram pelos empréstimos, de 34 anos. Dentre eles, 41,40% trabalham em empresas privadas e 53,9% estão no Sudeste. No período, o valor médio solicitado foi de R$  7.128,71, sendo registrada uma renda média de R$  3.352,04 .

Liberações sanitárias refletem comportamentos do consumidor

Outro dado que chama atenção é o aumento de 146% na busca de empréstimo para a realização de festas. A informação chega em um período de reabertura de alguns ambientes e de estimativas para a liberação de público em eventos em algumas localidades. Assim, com a hipótese de que estas datas sejam cumpridas, os brasileiros, possivelmente, devem se planejar para a retomada das festas.

Focos em outras áreas

O levantamento também destaca o aumento na procura por crédito para o suporte em estudos e saúde. Respectivamente, as áreas apresentaram crescimento de 144% e 131% em junho de 2021 no comparativo YoY (year over year). 

Em meio a pandemia, o aumento da preocupação com a saúde no geral é uma realidade da população. No campo dos estudos, porém, há as urgências nas atualizações de mercado e renovações de carreiras com o período de isolamento e a evolução da área tecnológica e pessoal com as adesões do trabalho remoto. 

Negócio próprio (132%), Investimentos (122%), Dívidas (122%), Renovação da casa (103%), Compras (88%) e Estética (76%) fecham os dez primeiros motivos para os pedidos. 

COMPARTILHE REPORTAGEM

LEIA TAMBÉM

BRL - Cotação do real em outras moedas
USD
5,11
EUR
5,22
CNY
0,76

Em destaque