dark

Não vou permitir que meu site seja usado como bucha de canhão nestas eleições

Não vou permitir que meu site seja usado como bucha de canhão nestas eleições
Não vou permitir que meu site seja usado como bucha de canhão nestas eleições

Tenho um título de eleitor, um RG e principalmente admiração política por um dos pré-candidatos a prefeito da cidade. Afinal, sou gravataense e preciso exercer meu papel de cidadão votando em quem acho melhor pra administrar a cidade que amo. O que não posso é usar o meu veículo de comunicação como ‘bucha de canhão’ para tomar tiro por questões partidárias.

Não posso usar o meu site, que já está no ar desde 2006, para tomar partido e enfrentar a linha inimiga dos correntes políticos. Recebi nesta quinta-feira (16) um dossiê de denúncia contra um dos oponentes do prefeito Joaquim Neto (PSDB). A denúncia foi enviada por um dos correligionários e defensores do prefeito de Gravatá.

Passei a madrugada inteira analisando o conteúdo dos documentos e decidi não publicar. Confesso que cheguei a escrever duas laudas, mas apaguei e fui dormir. Não estou sendo omisso, ou deixando de dar publicidade ao factual, no entanto levei em consideração aos critérios da ‘noticiabilidade’.

Os leitores deste site perceberam que mudamos nossa linha editorial há alguns anos. Ao invés de perdemos acesso, triplicamos o fluxo de leitores com conteúdo que oxigena a inteligência. Deixamos de lado as questões e brigas políticas, e passamos a dar voz ao que realmente interessa.

O mais engraçado de tudo é que os aliados do prefeito, ou até mesmo os opositores dele, não contribuíram nos últimos anos com pautas positivas para nosso site. Informações que ajudassem a melhorar ainda mais nosso trabalho. Mas, basta chegar o processo eleitoral para os bombardeios de informações começarem a chegar aos nossos e-mails.

Nestas eleições vamos divulgar o que é factual. Se o político fizer algo interessante para o público vamos publicar; se ele cometer algum erro na corrida eleitoral, vamos publicar também. Já fui processado inúmeras vezes, e até agora a verdade prevaleceu, numa justiça extremamente justa e respeitável. No entanto, o desgaste jurídico é algo que não desejo para nenhum cidadão.

Isso não me torna menos aliado do prefeito ou mais aliado da oposição. Isso só comprova o quanto eu tenho buscado evoluir profissionalmente. Afinal, me aproximo dos 40 anos, e literalmente não temo mais tempo pra brigas. Política e jornalismo são coisas distintas e que precisam ser separadas e respeitadas.