Cinco governadores do Brasil estão na mira da justiça por possíveis crimes de corrupção durante pandemia do COVID-19

Cinco governadores do Brasil já estão na mira da justiça por estarem possivelmente gastando mais do que deveriam durante a pandemia do novo coronavírus. A Procuradoria-geral da República (PGR) investigará contratos emergenciais firmados para compra de insumos e equipamentos em meio à pandemia da COVID-19.

As informações foram reveladas pela Revista VEJA, uma das mais conceituadas do Brasil. Três procuradores foram destacados pela PGR para reunir indícios de corrupção contra cinco governadores.

Nos próximos dias, o procurador-geral, Augusto Aras, deverá anunciar a nova leva de pedidos de inquéritos contra os governadores, cujos nomes não foram revelados.