Brasil tem mais de 13,5 milhões de pessoas em extrema pobreza; número subiu nos últimos anos

O número de pessoas em extrema pobreza voltou a atingir um número recorde. Quatro anos de crise econômica elevou de 9 para 13,5 milhões o número de pessoas em vulnerabilidade social.

Os dados foram apresentados em um estudo divulgado hoje (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em quatro anos são mais 4,5 milhões pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza.

O números começaram a piorar em 2014, quando o Brasil apresentou os menores números de desempregados. Este é o pior desempenho do Brasil desde o ano 2012, quando o estudo começou a ser aplicado.