Bebê nasce sem rosto e completa 1 mês de vida hoje (6)

Tratamentos médicos para casos como o do bebê que nasceu com uma malformação grave no rosto, em Portugal, são complexos e requerem uma série de cirurgias ao longo da vida.

O professor doutor Aristides Augusto Palhares Neto, do Departamento de Cirurgia e Ortopedia da Faculdade de Medicina da Unesp (Universidade Estadual Paulista), em Botucatu, diz que malformações desse tipo além de “extremamente raras”, requerem acompanhamento por uma equipe de diversas especialidades.

O menino, que completa um mês de vida nesta quarta-feira (6), nasceu sem o céu da boca, nariz, olhos e parte do crânio. Também é surdo, segundo o relato de uma fonte próxima à família a um site português.

A expectativa era de poucas horas de vida, mas hoje Rodrigo se alimenta pela mamadeira e respira sozinho.