Vitória: moradores ribeirinhos saem de casa após nível de Rio Tapacurá subir

Diversas famílias que residem às margens do Rio Tapacurá, que corta o perímetro urbano de Vitória de Santo Antão, zona da mata, estão sendo abrigadas temporariamente em quadra de escola no bairro da Bela Vista.

O nível de água do rio subiu nas últimas horas em decorrência das fortes chuvas que castigam cidades da zona da mata. A Prefeitura de Vitória de Santo Antão divulgou uma orientação aos moradores de áreas ribeirinhas, solicitando que elas deixassem seus imóveis e procurassem locais seguros.

banner prefeitura são joao

A APAC e a Defesa Civil solicitou em ‘caráter de urgência’ que todos os moradores da área ribeirinha desocupassem suas residências: “não ponha em risco sua vida e nem a de sua família”.

Rio Tapacurá tem extensão de 72 km, possuindo nascentes em Chã Grande, Gravatá e Pombos, todas situadas na Serra das Russas. O rio passa por Vitória de Santo Antão, até sua foz, em São Lourenço da Mata, região metropolitana do Recife.

Dependemos dessa publicidade para existir aguarde 10 segundos para ler a notícia
Publicidade obrigatória p/ não assinantes