Treze pessoas são assassinadas em Pernambuco em 24 horas; confira o resumo policial


A quinta-feira (07) foi bastante violenta em Pernambuco, com o registro de 13 pessoas assassinadas. Cinco dos homicídios aconteceram em municípios do Agreste: Cupira, Bonito, Gravatá, Jurema e Alagoinha. No mês de maio são 84 homicídios no Estado e no ano 1.368 crimes.

Em Cupira, um mototaxista foi assassinado a facadas no Loteamento Juarez Lopes. Helmir Gonçalves Silva, 32 anos, era conhecido na cidade como “Nego”. Ele foi morto por um passageiro, que fugiu após o crime.

Em Bonito, um mototaxista também foi assassinado, no bairro Mutirão. Alex Martins Pontes da Silva tinha 33 anos e foi morto a tiros. Ele estava sentado em uma cadeira quando foi surpreendido pelo assassino.

Em Gravatá, foi executado a tiros o ex-presidiário Antônio Barros de Morais, 61 anos. O crime aconteceu no Bairro Novo. A vítima era conhecida como “Toinho da Bacurinha”. Um suspeito foi preso.

Em Jurema, um homem foi morto com vários tiros dentro de uma residência. Abenildo do Nascimento Mendes tinha 40 anos. Dois desconhecidos invadiram a casa e efetuaram os disparos de arma de fogo. A vítima tinha passagens pela polícia e envolvimento com drogas.

Em Alagoinha, a vítima da violência foi o agricultor Henrique Silva de Oliveira, 25 anos. Ele foi morto a tiros no Sítio Canga de Moura, zona rural do município. O crime foi praticado por dois desconhecidos que fugiram em uma moto.

Os corpos das vítimas da violência no Agreste foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru.

Acidentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 3 acidentes, no plantão 24 horas, com 7 veículos envolvidos. Uma pessoa ficou ferida e uma foi detida.