Trabalhadores dos Correios cruzam os braços e decretam greve por tempo indeterminado

Os serviços dos Correios deverão ser parcialmente afetados após funcionários decretarem greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada após assembleia realizada em todas as unidades da federação. A paralisação foi aprovada em 36 sindicatos da categoria.

Os funcionários querem que seja impedida a redução dos salário e de benefícios. Os funcionários são contra a privatização da empresa, atualmente administrada pelo Governo Federal.

No primeiro dia, 90% dos funcionários não trabalharam no setor de entrega de cargas e 40% no de entrega de encomendas.