26 C
Recife

Secretário da Fazenda de Pernambuco diz que governos dos estados não interferem no preço da gasolina

O secretário da Fazenda de Pernambuco, Décio Padilha, disse em entrevista no rádio nesta sexta-feira (3) que o preço elevado da gasolina não tem nada a ver com o qualquer estado do Brasil. Para ele, o preço alto da gasolina não tem relação com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrado pelos estados.

Segundo ele, o ICMS tem o mesmo patamar de desde 2016, sem qualquer reajuste nem para mais, nem para menos. Desde 1988 até 2006 houve a pauta fiscal, onde os estados interferiam nos preços, mas agora a legislação nacional mudou.

Os governos dos Estados não têm qualquer interferência no esquema de preço cobrado nos combustíveis vendidos e extraídos no Brasil. Segundo o secretário da fazenda de Pernambuco, os aumentos só acontecem por conta dos repasses da Petrobras.  

COMPARTILHE REPORTAGEM

LEIA TAMBÉM

BRL - Cotação do real em outras moedas
USD
5,11
EUR
5,22
CNY
0,76

Em destaque