São Joaquim do Monte e Chã Grande passam a participar do Cidade Pacífica

O Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE) realizou hoje,3, nas promotorias de Justiça das cidades de São Joaquim do Monte e Chã Grande, a assinatura do Convênio de Cooperação Técnica de filiação das respectivas cidades ao projeto Cidade Pacífica. Em São Joaquim do monte a assinatura contou com a presença do prefeito João Tenório Vaz e da promotora de Justiça da cidade, Eryne Ávila. Já em Chã grande, com a presença do promotor de Justiça Gustavo Kershaw, do prefeito Diogo Alexandre Gomes e secretários municipais. Com a entrada dos dois municípios, o Cidade Pacífica passa a ter 32 cidades participantes.

“É com entusiasmos que estamos recebendo a adesão das duas cidades. Contamos com a colaboração dos agentes públicos na união das duas instituições para combater a criminalidade e promover a cultura de paz e segurança em todo o Estado de Pernambuco seja uma realidade. Em nome do Ministério Público de Pernambuco queremos assegurar que os promotores de Justiça que atuam nas cidades de Chã Grande e São Joaquim do Monte, bem como nas demais cidades que fizeram adesão ao projeto, serão ponto de apoio fundamental para atingirmos uma redução nos indicadores de violência em benefício de toda a população”, disse o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, que participou de forma remota dos dois encontros.

Em Chã Grande, além do gestor municipal, participaram da solenidade o secretário de Administração municipal, Joseildo Martins, e a procuradora municipal, Kátia Oliveira. “O Cidade Pacífica é um projeto importantíssimo do MPPE na Segurança Pública do nosso estado. A adesão do Município de Chã Grande a esse projeto significa mais um espaço geográfico relevante em que diversas medidas concretas serão implementadas para melhoria de infraestrutura, prevenção e combate à criminalidade. Sem dúvida, a grande beneficiada com essa adesão da cidade é a população local que, uma vez cumpridos os compromissos assumidos, se sentirá mais segura e protegida”, disse o promotor de Justiça Gustavo Kershaw.

Ainda segundo ele, a partir de hoje Chã Grande já ocupa o 11º lugar no Ranking de Pacificação elaborado pelo projeto. “Essa já é uma boa posição e com a implementação dessas medidas, a gente acredita que o município vai ocupar melhores posições no ranking e melhorar a segurança ainda mais”, reforçou ele.

Em São Joaquim do Monte, o gestor municipal se comprometeu em realizar a implantação dos eixos na cidade. “Pela assinatura do termo de adesão ao projeto Cidade Pacífica, na presente data, o Prefeito  João Tenório se comprometeu com a implantação dos eixos do projeto na cidade de São Joaquim do Monte. O objetivo é o planejamento e a implementação de ações visando melhorar a segurança pública e combater à criminalidade. A Cidade Pacífica tem um caráter democrático que possibilita a população também participar no enfrentamento da violência e na política de segurança junto ao Governo. O Ministério de Público irá acompanhar e fiscalizar o cumprimento dos eixos e das metas para que tenhamos um resultado exitoso e satisfatório”, disse a promotora de Justiça Eryne Ávila. Além do gestor municipal, participaram a secretária municipal de Saúde, Nadja Farias, e a secretária municipal de Educação, Iracemilda Monteiro Cavalcanti.

2020 – Uma das principais novidades neste ano é a entrada do eixo “Juntos pela segurança na saúde / Covid-19”, que procura incentivar que a gestão municipal desenvolva ações de proteção à saúde dos cidadãos. “Fizemos uma revisão nos eixos que são apresentados para adesão da cidade e estabelecemos, inclusive o eixo de segurança relacionado ao combate à Covid-19, que julgamos ser uma ação de extrema importância para a segurança e salvaguarda da população. Assim, o Cidade Pacífica busca, através da interação dos atores, a concretização de medidas e soluções em sintonia com as particularidades locais”, disse o assessor técnico da procuradoria-geral de Justiça e coordenador do projeto, o promotor de Justiça Luís Sávio Loureiro.

Com o ingresso no projeto, as Prefeituras podem apresentar medidas distribuídas em 15 eixos temáticos propostos pelo MPPE, são eles: Guarda Municipal pacificadora; Segurança nos estabelecimentos comerciais; Mesa municipal de segurança; Iluminação pacificadora; Pacificando bares e similares; Proteção integrada/ pacificando escolas; Pacificação das comunidades; Cuidando dos egressos; Esporte/Cultura/Lazer pacificador; Tecnologia e mobilidade urbana; Pacificando os estabelecimentos bancários; Empresas solidárias; Transporte pacificador; Inovação/ Consórcio; e o Juntos pela segurança na saúde – Covid 19.