Rússia se incomoda com possível apoio neonazista a favor de Bolsonaro

Rússia se incomoda com possível apoio neonazista a favor de Bolsonaro
Marlene Bergamo / Folhapress

Uma bandeira do movimento de extrema direita da Ucrânia vista em ato a favor do presidente Bolsonaro, ocorrido neste domingo (31) acabou causando efeito colateral na Rússia, uma das maiores potências de guerra do mundo.

Membros da diplomacia russa foram ouvidos pelo Jornal Folha de São Paulo, que ficaram surpresos com fotos mostrando pessoas simpatizantes do governo usando a bandeira com o tridente do brasão nacional ucraniano.

A bandeira é símbolo do PRAVYI SEKTOR (setor direito), uma organização paramilitar criada no ano 2013 e que virou um partido político na Ucrânia. O grupo é banido da Russia por ser considerado neonazista e terrorista. O grupo era envolvido em combates de rua. Nas redes sociais correm publicações do apoio neonazista ao governo Bolsonaro.