20.7 C
Gravatá

Reviravolta: dada como fracassada, CPI do caso Beatriz consegue 17ª assinatura e começará em breve

O deputado Romero Albuquerque já contava que não conseguiria levar as discussões sobre o assassinato de Beatriz Mota para a Assembleia Legislativa de Pernambuco, mas um vídeo divulgado no fim de semana pela mãe da vítima do crime que aconteceu há seis anos em Petrolina causou uma reviravolta na articulação e, agora, a instalação da CPI que discutirá as investigações do caso já é certa. A deputada Dulcicleide Amorim sentiu a pressão feita por Lucinha Mota e garantiu que será o nome que falta para que a comissão saia do papel.

“Para mim, é uma honra assinar no número 17”, disse a petista, após anunciar também que a Audiência Pública que aconteceria no próximo dia 10 será cancelada. A decisão de Dulcicleide foi comunicada na madrugada desta segunda-feira, 7, através das redes sociais.

banner prefeitura

Albuquerque, que deu início à movimentação na Alepe, comemorou, mas retaliou a declaração da deputada de que o caso estaria sendo usado como capital político. Sem citar a colega, Romero se disse surpreso com “algumas declarações que tentam convencer as pessoas de que uma CPI, que discutirá o caso de forma mais ampla, abrangente e imparcial, se trata de politicagem. Isso é, sem dúvida, um desmerecimento das nossas funções”. O deputado ressalta que não pretende ocupar a presidência ou a relatoria da comissão.

Com as 17 assinaturas, o deputado, agora, apresentará o pedido à presidência da Casa, que dará o encaminhamento necessário para a CPI começar. A comissão será constituída por nove membros titulares e pela mesma quantidade de suplentes.

“A participação dos parlamentares mostra a força que a Alepe tem para colaborar no avanço das investigações. Essa iniciativa ajudará a esclarecer um dos crimes mais bárbaros do país. Certamente, traremos uma grande contribuição para a conclusão desse caso”, explicou a deputada Clarissa Tércio, coautora do pedido.

Leia também:

- Advertisement -
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Bloqueador de anúncios detectado!!!

Detectamos que você está usando extensões para bloquear anúncios. Por favor, ajude-nos desativando este bloqueador de anúncios.

Powered By
CHP Adblock Detector Plugin | Codehelppro