Brasil

Professora é demitida após dizer que estupro de menina de 10 anos não foi ‘violência’

Uma professora da educação básica foi demitida pelo Governo do Estado de São Paulo (SP) após postar em rede social que o estupro da menina de 10 anos, que ficou grávida do tio, não se trata de ‘violência’.

A mensagem da professora revoltou internautas e moradores de São Paulo, que fizeram chegar ao secretário de educação a mensagem agressiva da educadora. O nome da professora não foi revelado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Desative seu bloqueador de anúncio