Pressão: Presidente da França pede ajuda internacional para salvar Amazônia; Brasil na mira francesa

A cúpula do G7, que reúne os países mais ricos do mundo, começará a trabalhar neste sábado para se mobilizar na luta contra o incêndio que está destruindo a floresta amazônica, sobretudo no Brasil.

Os sete países deverão investir em programas de reflorestamento. O presidente da França, Emmanuel Macron, disse que o Amazônia é um bem comum.

O presidente francês disse que não fará apenas um apelo, mas uma mobilização para investir na luta contra esses incêndios em andamento. Em sua fala Macron ressaltou que há planos para ajudar povos e ONG’s a preservar o tesouro da biodiversidade.