Prefeitura do Recife é alvo de busca em apreensão da DECOT

A prefeitura do Recife está na mira dos órgãos fiscalizadores. Depois de ser visitada três vezes pela Polícia Federal, agora foi a vez da Delegacia de Combate ao Crime Contra a Ordem Tributária (DECOT) fazer buscas e apreensões.

A gestão municipal está sendo investigada por possíveis crime praticados em processos de compras para hospitais de campanhas, montados para combater a COVID-19 na capital de Pernambuco.

A DECOT tomou posse de dois processos de compra a uma empresa de medicamento situada no bairro da Mandela, em Recife. Microempresas com capital social de R$ 200 mil e R$ 300 mil, alvos da Operação da DECOT foram agraciadas com contratos de mais de R$ 18,6 milhões com a Prefeitura do Recife, na pandemia.