Pastora é detida após abrir igreja e fazer culto com mais de 100 pessoas

Uma mulher de 44 anos, pastora de igreja evangélica, foi detida e levada para Delegacia de Polícia após ser flagrada realizando culto com mais de 100 fiéis. O caso foi registrado em São José do Rio Preto, em São Paulo.

A ocorrência foi registrada na sexta-feira (20) no bairro de Vila Nossa Senhora Aparecida. A polícia teria sido acionada pela Vigilância Sanitária Municipal.

Na cidade, os cultos com mais de 100 pessoas são proibidos pela prefeitura municipal. Após ser qualificada em flagrante, a religiosa foi liberada e o culto depois teve continuidade, após alguns fiéis irem embora para contabilizar número igual, ou inferior a 100 participantes.

error: Alerta: o conteúdo está protegido !!