Gravatá

Ozano Brito e Waldemar Borges podem contribuir positivamente na gestão de Padre Joselito

O prefeito eleito de Gravatá foi padre Joselito (PSB), mas sua falta de experiência política pode resultar em um desastre administrativo. Apesar das críticas, duas figuras carimbadas da política podem ajudar Padre Joselito a governar o município.

Ozano Brito, ex-prefeito de Gravatá e com grande experiência no setor financeiro, e o deputado Waldemar Borges (PSB), podem garantir musculatura administrativa e nortear ao longo do seu mandato.

Ninguém é tão inteligente que não possa aprender e nem tão incauto que não possa ensinar. A disposição de Ozano Brito e Waldemar Borges em ajudar o prefeito eleito de Gravatá acabou causando ciumeira entre algumas pessoas que apoiaram padre acreditando que ganhariam cargos de destaque em sua gestão.

Waldemar Borges além de aproximar a ALEPE do eixo municipal pode também garantir transferências de recursos financeiros do Governo Estadual para a cidade serrana. O deputado é o pai de diversas obras já realizadas na cidade.

Ozano Brito tem o macete administrativo, já sendo secretario de finanças sabe como a catraca gira. Colocar as mãos do financeiro municipal nas mãos de uma pessoa inexperiente pode arruinar a governança do padre de bom coração.

Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!

Adblock detectado

Desative seu bloqueador de anúncio