20.3 C
Gravatá

Operação Inverno a serviço da ressocialização

Olinda se prepara para enfrentar o período de chuva que se aproxima. Para dar conta dos serviços, a Operação Inverno do município conta com a mão de obra de 15 reeducandos do regime aberto que são acompanhados pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH). O trabalho envolve a limpeza de escadarias, canaletas e barreiras, além da construção de muros de contenção, calhas e placas.

O trabalho dos egressos prisionais pode ser observado pelos moradores dos bairros de Águas Compridas, Alto Nova Olinda, Aguazinha, Caixa D’Água, Passarinho, entre outros. Mais de 80.000m² de lonas já foram aplicados nos pontos de risco. Uma equipe de técnicos acompanha e monitora as atividades.
Com carga horária das 7h às 16h, de segunda à sexta, os apenados recebem um salário mínimo (R$ 1.045). O uso de Equipamentos de Proteção Individual, que também inclui máscara e álcool gel, é obrigatório. Anderson Manoel, 43 anos, cumpre pena no regime aberto e comemora a chance de recomeço. “O trabalho é importante porque além de melhorar a vida das pessoas que estão em área de risco, também ajuda no sustento da minha família e nos afasta do crime”, destaca.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, explica que há reeducandos realizando serviços essenciais. “Recife, Olinda, Caruaru, Petrolina e São Lourenço da Mata são alguns municípios em que os egressos reforçam a limpeza urbana, cuidam dos cemitérios e colaboram para melhorar as cidades. Ao todo, já conseguimos garantir mais de mil postos de trabalho para este público”, finaliza. 

Leia também:

- Advertisement -
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Bloqueador de anúncios detectado!!!

Detectamos que você está usando extensões para bloquear anúncios. Por favor, ajude-nos desativando este bloqueador de anúncios.

Powered By
CHP Adblock Detector Plugin | Codehelppro