Nuvem de gafanhotos permanece na Argentina, mas governo “perde” localização exata

Nuvem de gafanhotos permanece na Argentina, mas governo "perde" localização exata

O governo da Argentina afirmou na noite de quinta-feira (25) que a nuvem de gafanhotos continua em território argentino, mas não sabem onde exatamente estão os insetos.

As equipes do Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) e da província de Corrientes, região que acredita-se concentrar os animais, continuam trabalhando para encontrar a localização exata. 

As autoridades acreditam que a nuvem não tenha se movido muito devido às baixas temperaturas da região. “Estimamos que ela não se moveu, pelo menos a grandes distâncias”, afirmou o Senasa.