20.7 C
Gravatá

No Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, classe ainda é perseguida por falar a verdade

Neste domingo (3), nós que fazemos a imprensa ainda somos perseguidos. Lamentavelmente fazer imprensa em cidades do interior requer muito mais que recursos financeiros; requer coragem.

Diariamente centenas de jornalistas, radialistas, repórteres, fotógrafos, cinegrafistas e outros profissionais da linha de frente da imprensa ainda são perseguidos pela ignorância, arrogância e sobretudo a prepotência daqueles que não vislumbram a moralidade, justiça, fortaleza e a temperança, pilares que deveriam ser o sustentáculo de uma sociedade civilizada.

banner prefeitura

Acordamos cedo, dormimos tarde, respiramos informação 24 horas por dia, sete dias da semana, o ano interior. Mas, ainda existe uma legião de corruptos que tentam de todas as formas descredenciar quem quer fazer jornalismo e mídia social com qualidade e profissionalismo.

Hoje, com o advento da internet, qualquer pessoa pode criar grupos, páginas e perfis para disseminar notícias falsas ou truculentas.

Numa batalha diária com as FAKE NEWS, a imprensa pernambucana ainda conquista seu espaço. Afinal, a verdade sempre prevalece quando se busca as verdadeiras fontes de informação. Neste Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, rogamos pelo apoio da coletividade sã.


CLEBSON AMSTERDAN

Editor-chefe do Pernambuco Notícias

Deixe seu comentário:

Comentário:

Leia também:

- Advertisement -
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Bloqueador de anúncios detectado!!!

Detectamos que você está usando extensões para bloquear anúncios. Por favor, ajude-nos desativando este bloqueador de anúncios.

Powered By
CHP Adblock Detector Plugin | Codehelppro