‘Não sou coveiro’, dispara Bolsonaro sobre mortes de coronavírus

'Não sou coveiro', dispara Bolsonaro sobre mortes de coronavírus

Esporadicamente o presidente Bolsonaro (sem partido) solta uma pérola. Neste segunda-feira (20) ao ser questionado sobre o número de mortes por coronavírus, o presidente disse que não era coveiro.

A declaração foi dada durante o final da tarde na porta de entrada do Palácio da Alvorada, casa oficial do presidente. A falta foi feita em coletiva para imprensa e alguns apoiadores.

‘Eu não sou coveiro, tá certo?’, disse o presidente. Pela manhã, Bolsonaro declarou que 70% da população cedo ou tarde será contaminada: “Não adianta querer correr risco; estão com medo da verdade?”, disparou.