MP suspeita de fraude em compras de respiradores pela prefeitura do Recife

O prefeito Geraldo Júlio possivelmente está numa verdadeira enrascada. O Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPC) ingressou com representação contra a prefeitura do Recife.

O MPC está investigando irregularidades prováveis na compra de 500 respiradores para uso em leitos de COVID-19 na capital pernambucana.

Segundo investigação preliminar, as compras teriam sido feitas por uma empresa do interior de São Paulo credenciada como ‘PET SHOP’ e revendedora de colchões. No entanto, a prefeitura informou que a empresa tem capacidade de produção e todas as informações estão no Portal da Transparência. A prefeitura do Recife emitiu nota informando que não foi informada da decisão. O TCE não se pronunciou.