Montanhista brasileiro morre após ser picado por cobra durante trilha no Panamá

O montanhista Sandro Godoy, 45 anos, (foto), morreu após ser picado por uma cobra ao tentar socorrer a namorada Queila Souza, que havia caído durante o percurso de uma trilha no Panamá.

Queila teria caído e escorregado cerca de 200 metros até ficar desacordada durante parte do dia. No dia seguinte, a primeira vítima subiu a trilha para procurar o namorado, mas encontro ele morto.

A garota pensou que ele estava dormindo, mas percebeu que as mãos e os lábios dele estavam roxos. Após tocar no corpo e sentir ele frio, a mulher viu marcas de sangue.