25 C
Recife

Mês do trabalhador: maio foi marcado por violência contra mototaxistas

A violência armada pode atingir a todos: seja pela localidade onde vive, a profissão que exerce, ou o local onde passa a trabalho. No mês do trabalhador, nem mesmo quem cruza as ruas à trabalho teve sua vida poupada.

Seis mototaxistas foram baleados na Região Metropolitana do Recife em maio, segundo relatório mensal lançado hoje (06) pelo Instituto Fogo Cruzado. Em 2021, neste mesmo mês, houve somente um mototaxista baleado.

banner prefeitura são joao

“A falta de segurança é um problema de toda a população, que se vê à mercê da violência armada. Trabalhadores informais muitas vezes se expõem ainda mais aos riscos: eles trabalham mais horas por dia para compensar o que ganham, se expõem aos alagamentos e enchentes e cruzam todas as partes da cidade, mesmo as mais violentas, e em qualquer hora do dia. O problema é que o poder público não garante a segurança nas cidades e coloca cidadãos que estão trabalhando em risco de morte”, analisa Edna Jatobá, parceira local do Instituto Fogo Cruzado em Pernambuco.

Elton Santos de Souza, de 24 anos, é um dos mototaxistas vítimas da violência armada na região metropolitana. Ele foi morto a tiros no dia 24, enquanto trabalhava na rua Uriel de Holanda, no bairro Linha do Tiro, em Recife.

O mês em dados

Em maio, houve 168 tiroteios na Região Metropolitana do Recife, segundo relatório mensal do Instituto Fogo Cruzado. O número de registros é 27% maior que o acumulado em maio de 2021, quando houve 132 tiroteios.

Ao todo, 192 pessoas foram baleadas no Grande Recife: 127 delas morreram e 65 ficaram feridas. Em comparação com maio de 2021, que concentrou 155 baleados, sendo 108 mortos e 47 feridos, o número de mortos foi 18% maior e o número de feridos 38% maior.

Maio teve queda de 2% nos tiroteios, de 10% nos mortos, mas aumento de 7% nos feridos, em comparação com abril, que concentrou 172 tiroteios, deixando 141 mortos e 61 feridos.

O dia 26, com 12 tiroteios e 12 vítimas, concentrou o maior número de tiros e de mortos no mês. O dia 29 concentrou o maior número de feridos, com seis vítimas. Dos 168 tiroteios ocorridos em maio no Grande Recife, 95% deles resultaram em mortos e/ou feridos.

LEIA TAMBÉM

BRL - Cotação do real em outras moedas
USD
5,39
EUR
5,54
CNY
0,80

Em destaque