Léo do AR repudia uso de Tropa de Choque contra técnicos de enfermagem

O presidente da Câmara dos Vereadores de Gravatá, e secretário-geral da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), Léo do AR (PSDB), emitiu nesta quinta-feira (13) uma nota de repúdio contra a atitude do Governador Paulo Câmara (PSB) ordenar o enfrentamento do Batalhão de Choque com o técnicos de enfermagem efetivos do Estado.

Os técnicos de enfermagem estavam realizando protesto na Avenida Agamenon Magalhães, centro do Recife, e foram surpreendidos e coagidos com ação do Batalhão de Choque“, disse o político em sua nota.

Entre os manifestantes estavam mulheres grávidas e idosas. Todos cobram melhorias salariais, já que a categoria está recebendo R$ 774 por mês de remuneração, o que seria inconstitucional, pois nenhum trabalhador deve receber menos de um salário mínimo. Os profissionais estão há 15 dias cobrando um diálogo com o governador, mas até agora sem êxito.