Léo do AR e Bruno Sales, os pré-candidatos padrões do PSDB em Gravatá

Léo do AR e Bruno Sales, os pré-candidatos padrões do PSDB em Gravatá

O que Léo do AR (PSDB) e Bruno Sales (PSDB) tem em comum politicamente? QUASE TUDO. Primeiro a admiração pelo prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB). Segundo a fidelidade partidária. Ambos já foram do PSDB jovem e são protagonistas de uma das eleições mais disputadas pelos tucanos.

Além disto, Léo do AR e Bruno Sales estão num partido com possibilidade de fazer tranquilidade três ou quatro vereadores por conta da mudança do processo eleitora que impede coligações. Agora é no mano a mano. Se Joaquim Neto tiver mais de 14 mil votos quatro vereadores do seu partido entram de tabela na câmara.

Vencerá as eleições quem tem serviço prestado, populares, simpatia pela coisa pública e principalmente foco para não perder o equilíbrio durante as eleições. Os dois jovens políticos estão bem nas análises internas do grupo. Léo do AR pelo avanço nos últimos 8 anos e Bruno Sales pela ascensão nos últimos anos.

Léo do AR já vê em Bruno Sales um aliado para a Câmara Municipal, depositando nele confiança e respeito. Ambos não tem invadido o espaço do outro, e ao contrário de outros políticos, os dois se ajudam mutuamente. Afinal, o objetivo dos dois são similares: ajudar a população.