26 C
Recife

Justiça determina prisão de ex-militar que ameaçou matar ministro da Justiça

O STF determinou nesta segunda-feira (6) a prisão preventiva do ex-policial militar identificado como Cássio Rodrigues Costa Souza após ele ter ameaçado de morte o ministro Alexandre de Moraes. A prisão ocorreu em Minas Gerais, onde militar estafa afastado desde julho de 2018, por incapacidade física definitiva.

Houve um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) nesta mesma segunda-feira. O ministro também pediu o bloqueio de todas as redes sociais do ex-militar que apoia o presidente Bolsonaro.

O STF entendeu que houve atentando contra a independência do Poder Judiciário, com flagrante afronta à manutenção do Estado Democrático de Direito, em patente descompasso com o postulado da liberdade de expressão.

Em sua publicação, o militar disse que iria ‘matar toda sua família, seu vagabundo, advogadinho de merca do PCC. Sou policial militar, e nós militares te eliminaremos’. A conta do homem foi excluída definitivamente do Twitter, por infringir as regras da plataforma.

COMPARTILHE REPORTAGEM

LEIA TAMBÉM

BRL - Cotação do real em outras moedas
USD
5,11
EUR
5,22
CNY
0,76

Em destaque