Há 26 anos entrava em vigor o Plano Real

Há 26 anos entrava em vigor o Plano Real

Em 1994, o Brasil era Campeão do mundo de futebol, o piloto Ayrton Senna tinha falecido em acidente automobilístico, os países da América do Sul criaram o Mercosul, e o nosso país vivia uma das maiores recessões da história. Ná época, Fernando Henrique Cardoso, Ministro da Fazenda, no governo Itamar Franco, criou um plano que mudou a história nacional.

Tudo começou em 1993, no segundo semestre, a equipe era composta por vários nomes de relevância internacional, como Pedro Malan, Edmar Bacha, Persio Arida, André Lara Resende e Gustavo Franco. Eles tinham a missão de criar um modelo que terminasse com a instabilidade econômica que assolava o Brasil. E no dia 1 de julho de 1994, há exatos 26 anos, o real tornou-se a moeda brasileira. O plano econômico colocava fim na hiperinflação no país, depois de um período de grandes dificuldades econômicas para todos os brasileiros.

Importante dizer que outros governos tentaram combater a inflação galopante nos anos anteriores. Em 1986, Sarney tentou implementar o Plano Cruzado, já no Governo Collor, entre 1990 e 1992, vieram os planos Bresser, Verão, Collor 1 e 2. Todos muito traumáticos, que efetivamente não trouxeram nenhum resultado. 

Há 26 anos entrava em vigor o Plano Real

A criação do plano trouxe várias melhorias para o país, como Equilíbrio fiscal, desindexação da economia, modernização do setor industrial brasileiro e redução das tarifas de importação. Logo chegaram resultados que trouxeram o poder aquisitivo para a população, graças a queda de juros e na ampla abertura de crédito.

Na minha opinião, o Plano Real foi o melhor dos planos adotados até hoje no nosso país. Vale lembrar, que a população miserável do país reduziu drasticamente.  Além disso, as classes C, D e E foram muito beneficiadas. Elas começaram a ter acessibilidade a produtos que antes eram disponíveis somente para as classes mais altas. Contudo, o país teve maior credibilidade no cenário mundial e durante muitos anos conseguiu terminar com um crescimento razoável dentro das suas possibilidades. 

Rodolfo Milone:

Jornalista, 29 anos, com expertise na área da saúde, tecnologia, viagem, política e educação. Tem mais de quatro anos de experiência no segmento e em assessoria de imprensa. Já atuou em frente de diversas empresas conceituadas no mercado, como Plugin Bot, Criteo, CET, ABAV, Pró- Saúde e entre outras.