Gravatá: Quem é o radialista ‘assassino’ que Joaquim Neto se referiu em entrevista?

Ex-prefeito de Gravatá fez revelação durante entrevista durante entrevista no rádio


O ex-prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB), concedeu entrevista na Rádio Nova FM nesta terça-feira (5). O pré-candidato a deputado não mediu esforços e atirou para todo lado durante conversa com os apresentadores do programa, Ângelo Márcio e José Fábio, respectivamente.

Na entrevista de quase 39 minutos, concedida por telefone, o radialista José Fábio questiona o prefeito por qual razão mesmo ele tocando a vida algumas pessoas insistem em criticar o ex-prefeito.

banner prefeitura são joao

Joaquim Neto não mediu esforços ao dizer que os ataques são oriundos de um ‘radialista assassino’ que trabalhava numa emissora de rádio acostumada a extorquir pessoas [sem citar nome]:

Isso é muito simples. Isso é uma rádio aí [sem citar nome] que tem um assassino locutor, que todo mundo sabe quem é [novamente sem citar nome]. Cabe a população saber quem é esse assassino [reintegram sem citar nome] e qual é essa emissora que fica extorquindo dinheiro. De mim dinheiro nunca extorquiu, porque o dinheiro do município é para o povo, não é para dar a chantagista desse jeito não”, disse o prefeito.

A fala do ex-prefeito é considerada gravíssima, pois acaba remexendo os bastidores da radiodifusão em Gravatá, visto que todos agora estão se perguntando: _ quem é o radialista que teria tirado a vida de outra pessoa?

Será que o ex-prefeito sabe sobre algum crime cometido no passado pelo pseudo radialista, mas teme falar abertamente sobre o assunto? Será que a justiça sabe sobre este crime? Será que ele já foi elucidado? Será um crime recente, ou antigo já julgado pelo Poder Judiciário? Ou será um crime acobertado por alguém, e se sim, quem acobertou?

Dependemos dessa publicidade para existir aguarde 10 segundos para ler a notícia
Publicidade obrigatória p/ não assinantes