26 C
Recife

Gravatá: Padre Joselito envia para Câmara projeto que cobrará taxa de catacumbas, ossuários e mausoléus dos cemitérios

cemiterio gravata

O ex-padre Joselito Gomes (PSB) estão bastante preocupado com o cemitério, de tal forma como Odorico Paraguaçu. O Pernambuco Notícias teve acesso ao ter completo do Projeto de Lei nº 004/2021 de autoria do Padre Joselito que dispões sobre a inclusão de mecanismos complementares para concessão de catacumbas, ossuários e mausoléus existente no cemitério da Santo Amaro, situado no bairro do Cruzeiro em Gravatá, agreste Pernambuco.

O atual prefeito de Gravatá alterou a Lei nº 3420 de 2007 e Código de Postura em seus artigos 281/288 que cria TAXA ANUAL de manutenção das catacumbas, ossuários e mausoléus do cemitério. Com esse novo projeto, a gestão do ex-padre ficará autorizada a regularizar os locais onde os mortos estão enterrados.

Algumas destas catacumbas, ossuários e mausoléus estão em posse de terceiros, sem documentação e sem autorização legal do município. O padre fixou em 35 reais a TAXA que será cobrada anualmente para o cemitério do Cruzeiro, bem como o de Russinhas, Cotunguba, São Severino, Mandacaru e Uruçu Mirim. Esse valo deverá subir todos os anos.

O quarto projeto enviado em 8 meses para câmara municipal, ao invés de tratar de qualquer coisa em benefício da população carente, está tratando exclusivamente de taxa para as reais de catacumbas, ossuários e mausoléus dos cemitérios da cidade.

COMPARTILHE REPORTAGEM

LEIA TAMBÉM

BRL - Cotação do real em outras moedas
USD
5,11
EUR
5,22
CNY
0,76

Em destaque