28 C
Recife

Gravatá: Padre Joselito decreta estado de emergência financeira e fecha torneiras da prefeitura

O prefeito de Gravatá, Joselito Gomes, decretou nesta última terça-feira (19) ESTADO DE EMERGÊNCIA FINANCEIRA e administrativa pública. Agora, o prefeito da cidade vai enxugar tudo e tentar frear alguns gastos da administração para que não haja um colapso financeiro.

Durante as eleições, muitos apoiadores do padre foram para o rádio dizer que Gravatá recebia média de R$ 500 mil reais por dia, uma média de 15 milhões por mês. Com essa falácia, o povo votou no Padre pensando que a cidade recebia muito dinheiro que o ex-prefeito era corrupto. Mas para onde foi todo esse dinheiro recebido por dia? Na verdade, tudo não passou de ENROLAÇÃO.

banner prefeitura são joao

A gestão do Padre Joselito deve reduzir o consumo de combustíveis, energia elétrica, água, chamadas de telefone e até serviço de correios. Joselito reduzirá todas as despesas que não sejam essenciais, a exemplo de ordens de serviços ou compras que ainda não estejam em andamento, bem como realização de viagens e eventos.

O padre também suspendeu todos os pagamentos de HORAS EXTRAS, exceto o de natureza emergencial. O gestor também suspendeu temporariamente convenção parcial de FÉRIAS pecúnia. O decreto tem duração de 180 dias.

LEIA TAMBÉM

BRL - Cotação do real em outras moedas
USD
5,39
EUR
5,51
CNY
0,80

Em destaque