20 C
Gravatá

Gravatá: mãe e filha são identificadas após terem sido mortas no Salgadão

Mãe e filha encontradas mortas neste último sábado (5) no bairro do Salgadão, zona norte de Gravatá, agreste pernambucano, foram devidamente identificadas.

Maria Helena da Silva, 40 anos, foi encontrada em cima de sofá, enquanto a filha dela, Aldenize Maria de Lima (idade não informada), foi localizada dentro de uma caixa d’água. É provável que a morte da vítima ocorreu há aproximadamente oito dias, devido ao avançado estado de decomposição dos corpos.

banner prefeitura

Segundo informações obtidas no local da ocorrência, Maria Helena e a filha moravam no Sítio Macacos, zona rural de Chã Grande, zona da mata sul, e decidiram se mudar para Gravatá após conhecerem um rapaz através da internet.

O homem com quem Maria Helena se relacionava não foi encontrado, nem identificado até agora. O desconhecido segue com o principal suspeito de ter cometido o ‘duplo homicídio’. A família passou apenas dois meses na casa alugada.

Helena era considerada uma pessoa calma, e seu desejo era apenas conhecer alguém para ser feliz. As mortes causaram revolta na população, que aguarda o resultado de exames e da investigação policial.

Leia também:

- Advertisement -
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Bloqueador de anúncios detectado!!!

Detectamos que você está usando extensões para bloquear anúncios. Por favor, ajude-nos desativando este bloqueador de anúncios.

Powered By
CHP Adblock Detector Plugin | Codehelppro