Gravatá: Joaquim Neto entregou prefeitura sem débitos vencidos e com R$ 42 milhões para obras

O ex-prefeito de Gravatá, Joaquim Neto (PSDB), usou sua conta no Instagram para fazer um balaço de como deixou a prefeitura até o último dia do seu governo. Uma forma de evitar que seus opositores, que hoje administram a cidade, tentem confundir a cabeça dos moradores e visitantes com possíveis dados infundamentados.

Na publicação, JOAQUIM NETO destacou que durante seu mandado foram destinado R$ 42 milhões de reais em recursos para obras no município, além de R$ 11 milhões através do CIP para iluminação pública de Gravatá.

banner prefeitura são joao

Joaquim disse que o atual prefeito encontrou a prefeitura com todos os compromissos em dia e importante obras em andamento:

Ao contrário do que encontrei em 2017, a atual gestão de Gravatá assumiu um município com os compromissos fiscais em dia e importantes obras em andamento, como mostram os documentos registrados. Agora, cabe a população cobrar para que as obras sejam concluídas e que a cidade continue no ritmo de desenvolvimento.”, disse o prefeito.

Para confirmar que tudo que postou era verdade, Joaquim Neto ainda anexou cópia de documento comprovando que a PREFEITURA DE GRAVATÁ foi entregue ao prefeito Joselito sem qualquer débito e com todas as certidões do CAUC em dia, além de toda as obrigações financeiras e contábeis.

Joaquim tornou pública a certidão emita pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco que confirma que a prefeitura de Gravatá está em dia com todos os débitos precatórios, cujas parcelas são pagas mensalmente no valo de R$ 139,4 mil reais.

Com o balanço parcial, Joaquim Neto desmente qualquer informação de que entregou a prefeitura com débitos e restos a pagar.

Dependemos dessa publicidade para existir aguarde 10 segundos para ler a notícia
Publicidade obrigatória p/ não assinantes