Gravatá: dono de construção corta cabos de internet deixando 500 clientes sem conexão

Gravatá: dono de construção corta cabos de internet deixando 500 clientes sem conexão

Uma construção, supostamente irregular, no Alto do Querino, bairro Novo em Gravatá, deixou em média 500 pessoas sem internet e telefone. Segundo informações, o responsável pela obra além de ter avançado a construção para fora do nível, ainda teria cortado, com alicate, todos os cabos de conexão.

A Secretaria Municipal de Obras deverá ser notificada nesta quinta-feira (16) sobre a irregularidade. Os donos dos provedores devem formalizar queixa-crime contra o responsável pela obra.

Um decreto federal prevê pena severa para quem suspender serviços essenciais como internet, água e energia durante a pandemia do novo coronavírus. A obra, se estiver irregular, sem licença de construção e alvará, poderá ser embargada.