dark

Ex-motorista do Conselho Tutelar de Gravatá se defende de acusações: “não estava bebendo”

Ex-motorista do Conselho Tutelar de Gravatá se defende de acusações: "não estava bebendo"

O ex-motorista do Conselho Tutelar de Gravatá, agreste pernambucano, procurou a redação do Pernambuco Notícias após a publicação onde se cogitou a possibilidade de ele está consumindo bebida enlatada na cidade de Bonito (PE) com o veículo oficial da entidade.

Segundo informações, o vídeo é antigo e foi gravado no dia 24 de abril quando ele parou para comprar duas latas de Coca-cola Café Expresso Plus em loja de conveniência localizada às margens da Rodovia BR-232, em Gravatá.

Tenho meu próprio carro. Quando quero fazer algo particular, uso meu carro particular. Neste dia não estava em Bonito, eu estava em Gravatá, de prontidão, como sempre. Este vídeo é antigo e não entendo porque algumas pessoas insistem em me prejudicar. O que queriam conseguiram. Eu não preciso fazer isso. Repito, tenho meu carro particular para fazer o que bem quiser. Durante meu trabalho nunca desviei a rota para fazer algo que fugisse de minha conduta“, se defendeu.

O rapaz que aparece na imagem nega que estivesse bebendo. O ex-motorista disse que está sendo alvo de perseguição e que no dia seguinte da ocorrência pediu demissão, entregando a chave do veículo para responsável pela entidade.

Apesar de antigo, algumas pessoas descomprometidas com a verdade insistem em compartilhá-los em grupos de fofoca existentes no WhatsApp, com o único intuito de denegrir a imagem do profissional.