Gravatá

Em Gravatá, Polícia Civil fecha base de clonagem de veículos; vários documentos foram apreendidos

Uma base de clonagem veículos foi fechada pela Polícia Civil em Gravatá, agreste pernambucano. O dono da residência onde ocorreu o início da operação foi preso em flagrante, mas até agora nenhum suspeito de participar dos roubos dos carros foi preso. Segundo informações, os veículos eram roubados no Grande Recife.

O dono do laboratório de falsificação, Eliab de Melo Ribeiro, 35 anos, responderá por receptação e adulteração de carro. Segundo levamento da polícia, Eliab recebia R$ 2 mil reais por cada carro clonado. Ele comprova os documentos R$ 200 reais. A ação era coordenada por um presidiário. Só este ano, quatro documentos de carros foram roubados em unidades do DETRAN/PE.

Na ação da Polícia Civil foram apreendidos 86 Certificados de Registro e Licenciamento Veicular (CLVI), além de um SIENA (foto) e uma Ford/Ranger. Parte dos comentos apreendidos eram preenchidos com a ajuda de um computador e uma impressora.

Na casa em Gravatá, a polícia apreendeu placas, lacres, chapas de chassi e outros equipamentos utilizados para fazer toda adulteração veicular. Outras pessoas da cidade já estão na mira da Polícia Civil e deverão ser presas nos próximos dias.

Clebson Amsterdan

Clebson Amsterdan é jornalista em com atuação há 19 anos na comunicação social. Iniciou sua carreira no rádio no ano 2000 e desde então tem dedicado toda sua vida ao jornalismo. Diretor presidente do Grupo Amsterdan Publicidade S/A com atuação em 184 cidades de Pernambuco.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Desative seu bloqueador de anúncio