Gravatá

Em Gravatá nem parece que existe quarentena; o povo está nas ruas

A população de Gravatá, agreste pernambucano, parece não está dando muita atenção ao perigo da pandemia do coronavírus. As pessoas estão levando a vida na maior tranquilidade e poucos estão seguindo a orientação de ficar em casa durante a quarentena espontânea.

Ruas com trafego de veículos normal, pessoas lotando supermercados, filas nas casas lotéricas, bancos com movimentação comum e ainda tem alguns comerciantes que abriram suas lojas na maior cara de pau, mesmo com a determinação do Governo do Estado.

Diretores de escolas particulares estão ameaçando abrir escolas e há quem diga que até academias estão funcionando de portas fechadas. Muitas pessoas estão procurando meios de burlar os decretos do governo do ESTADO e do âmbito municipal. É como se nada tivesse acontecendo lá fora.


Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Desative seu bloqueador de anúncio