Duas pessoas foram ameaçadas de morte por telefone e procuram a DEPOL de Gravatá

Duas pessoas distintas compareceram à delegacia de Polícia Civil de Gravatá, agreste pernambucano, se queixando que foram contactadas por estelionatário que faziam ameaças de morte caso pagamento em dinheiro não fosse realizado.

Um dos casos ocorreu na segunda-feira (20). A vítima disse que a chamada foi realizada pelo aplicativo WhatsApp e que durante a conversa de vítima uma arma de fogo foi exibida para intimidar uma das vítimas: “isso aqui é pra tu, talarico safado”, disse o criminoso para a vítima.

banner prefeitura são joao

O criminoso disse que queria receber R$ 5 mil reais, do contrário iria até o endereço da vítima para tirar sua vida.

No mesmo dia, outra pessoa, esta de 59 anos, disse ter recebido uma ligação pedindo R$ 8 mil reais. O criminoso disse que sabia onde a vítima morava e se o pagamento não fosse feito iria até o endereço para tirar sua vida.

Neste segundo caso, o marginal disse que iria matar a vítima porque ela teria dado em cima de uma mulher casada. Neste momento a vítima desligou o celular e bloqueou o contato.

É preciso tomar muito cuidado com chamadas de desconhecidos através do WhatsApp. Criminosos tem agido de diversas formas para tentar tirar dinheiro de vítimas.

LEIA TAMBÉM