Deputados cobram mudança na política de preços dos combustíveis da Petrobrás

O general Joaquim Silva e Luna compareceu a audiência no plenário da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (14). Questionado sobre a política de preços de combustíveis da Petrobrás, ele voltou a culpar o ICMS pelo alto preço dos combustíveis. Deputados de diversos partidos, do governo e da oposição, cobraram mudança na política de preços de combustíveis da Petrobras, que desde 2016 acompanha a variação do valor do barril de petróleo no mercado internacional e do dólar. É a chamada política de paridade internacional (PPI).

Silva e Luna também recebeu críticas do Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que aproveitou para observar que os reajustes dos preços dos combustíveis feitos pela Petrobrás acontecem de forma acelerada. Faltando uma semana para a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), Campos Neto, disse que preços como o da gasolina, que têm pressionado a inflação, sofrem impacto da alta do dólar e lembrou que a Petrobrás repassa esses custos com mais frequência em comparação com outros países.

banner prefeitura são joao

De acordo com o IBGE, a gasolina acumula alta de preço de 31,1% entre janeiro e agosto, contra uma inflação geral de 5,7% (IPCA). O diesel e gás de cozinha (GLP) também concentram altas (28% e 23,8%, respectivamente).

Durante o debate com os deputados, o presidente da Petrobrás não chegou a fazer uma defesa direta da política de paridade internacional, mas afirmou que as regras atuais permitiram que estatal recuperasse o lucro, que foi de R$ 42,8 bilhões no 2° trimestre de 2021, contra prejuízo de R$ 2,7 bilhões registrado no mesmo período do ano passado.

Na semana passada a Revista Sociedade Militar repercutiu, negativamente, a informação da Folha de S. Paulo de que o general Silva e Luna acumula um salário bruto de R$ 260.400,00 mensais (R$ 32.200,00 como militar da reserva e R$ 228,200,00 de remuneração na Petrobrás).

Com este valor, Silva e Luna poderia comprar 37.200 litros de gasolina (R$7,00 o litro) ou 2.640 botijões de gás (R$ 100,00 o botijão de 13kg)

Dependemos dessa publicidade para existir aguarde 10 segundos para ler a notícia
Publicidade obrigatória p/ não assinantes