Depressão: Psicóloga comete suicídio no interior de Pernambuco após enfrentar divórcio

Uma mulher de 32 anos, que trabalhava como psicóloga, tirou a própria vida na tarde desta terça-feira (21) no Sítio Mundaú, zona rural de Garanhuns, agreste meridional de Pernambuco.

A jovem, cuja identidade será preservada, foi encontrada pendurada numa árvore. Um familiar informou que a psicóloga estava passando por momento difícil, motivado por divórcio.

O caso foi registrado na DEPOL local, e o corpo após identificado foi removido para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru. A morte da psicóloga comoveu a cidade e abriu um parêntese sobre a importância de os profissionais desta área também procurarem apoio com outros psicólogos.