Depois de Neymar chamar padrasto de ‘viadinho’, associação LGBT+ aciona justiça

Depois de Neymar chamar padrasto de ‘viadinho’, associação LGBT+ aciona justiça

A associação LGBT+ acionou o Ministério Público após o jogador Neymar Júnior chamar o padrasto dele, Tiago Ramos de ‘viadinho’ em áudio divulgado nas redes sociais após possível briga entre o rapaz e mãe dele.

Os autores do processo consideraram sérios os fatos, e ao mesmo tempo sentiu ultrajada e que tais crimes precisam ser apurados.

A associação pede a quebra de sigilo do jogador e de outras pessoas envolvidas numa conversa, onde sugerem a morte e agressão do modelo Tiago Ramos.