25 C
Recife

Com carne cara, e sem dinheiro, pernambucanos recorrem para ossos e ovos

ossos

Muitos pernambucanos estão sentindo os impactos negativos dos preços da carne. Já são 20% de acumulo de altas nos últimos meses. O preço cobrado nos açougues e supermercados variam quase toda semana.

Para evitar comprometimento no orçamento muitas famílias estão mudando seus hábitos alimentares e recorrendo aos ossos e ovos para comporto o tradicional prato composto de arroz e feijão, que também estão com presos elevados.

Donos de açougues já sentiram alta na procura por ossos, que são usados para fazer sopas e caldos. Alguns estabelecimentos do Recife, por exemplo, estão vendendo 500 quilos de ossos por mês.

 Mas o preço dos ossos também subiu. Antes 1 quilo custava R$ 0,99 agora custa R$ 1,99 e a expectativa é de que na próxima semana o valor suba para R$ 2,99. Afinal, as pessoas se aproveitam da lei da ‘procura e da oferta”.

COMPARTILHE REPORTAGEM

LEIA TAMBÉM

BRL - Cotação do real em outras moedas
USD
5,11
EUR
5,22
CNY
0,76

Em destaque