Christian Coleman, campeão Mundial dos 100 metros é punido por falta de exames antidoping

Christian Coleman, campeão Mundial dos 100 metros é punido por falta de exames antidoping

Na noite da última terça-feira (16), o campeão mundial dos 100m, Christian Coleman, anunciou que a Unidade de Integridade de Atletismo (AIU) o acusou de faltar/não realizar o exame antidoping em 9 de dezembro de 2019.

Como o fracasso do paradeiro é o terceiro em uma janela de 12 meses, Coleman agora enfrenta o risco de uma proibição do esporte de até dois anos – o que o manteria fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2021. A AIU confirmou uma suspensão provisória, e levará o caso adiante.

Coleman, que evitou uma proibição no ano passado depois de duas de suas falhas anteriores estarem atrasadas (corretamente) – contesta fortemente o fracasso do dia 9 de dezembro, oferecendo uma explicação completa no Twitter: