Variedades

Celpe orienta sobre decoração e eletricidade

Celpe orienta sobre decoração e eletricidade

As festividades de Natal estão chegando e, com elas, as decorações que caracterizam o período – lâmpadas coloridas, pisca-pisca, fitas de iluminação, árvores natalinas. Pensando no bem-estar das pessoas e em formas de prevenir acidentes, a Celpe organizou orientações que envolvem o uso consciente dos elementos decorativos, para que a celebração das festas seja acompanhada somente de boas experiências.

O enfeite mais comum presente nesse período de Natal são as luzes pisca-pisca. A primeira recomendação se dá no momento da compra. Na embalagem deve constar informações de potência, tensão e instruções de uso. Isso garantirá maior confiabilidade do produto. Além disso, a opção por lâmpadas LED é mais segura e mais eficiente, pois elas aquecem menos e utilizam menos energia do que as convencionais. É comum também que as pessoas reaproveitem o pisca de um ano para outro. “Nesse caso, é essencial observar o estado de conservação do fio, verificando toda a sua extensão para identificar se existe algum ponto danificado. Caso encontre algum dano, o ideal é descartá-lo para evitar choques e curto-circuitos”, informa Harley Albuquerque, gerente de Saúde e Segurança da Neoenergia, controladora da Celpe.

Montagem da decoração

A iluminação deve ser instalada por pessoas que estejam secas e calçadas. Além disso, é importante se certificar de que o pisca-pisca esteja desconectado da energia durante o manuseio. Ele só deve ser ligado após a conclusão da montagem. Caso a pessoa queira mudar algo na decoração, como a posição do pisca-pisca, deve primeiro desconectar da tomada, fazer a alteração, e só então ligar novamente.

Outra atenção é com as luzes na árvore de Natal. A orientação é evitar o uso de enfeites feitos de papel, cartolina, algodão, lã e palhas seca, pois, em caso de curto-circuito, eles podem conduzir o fogo mais facilmente. Pelo mesmo motivo, a árvore não pode ser colocada próxima a sofás, cortinas, tapetes ou móveis de madeira. Dê preferência para aquelas que possuem o aviso de ‘resistente ao fogo’, para diminuir as chances de acidentes. Aliado a isso, é importante saber escolher a árvore. A maior parte delas é feita de materiais como plástico e metal – importante condutor de energia. Caso haja alguma falha no pisca-pisca, ele pode energizar toda a decoração.

É preciso tomar muito cuidado ao instalar as luzes em ambiente externo, pois o enfeite sofre com a ação do tempo, ressecando a fiação, além da possibilidade de chuvas, que aumentam os efeitos da condução da eletricidade. Isso é ainda mais perigoso se as luzes forem de baixa qualidade, o que aumenta consideravelmente as chances de um choque ou curto-circuito com proporções mais graves.

Cuidados essenciais

A iluminação deve ser desligada sempre que a pessoa for dormir ou sair de casa, pois a maior parte dos acidentes acontece quando ninguém está por perto. Além disso, evite o uso de T’s para conectar diversos itens na mesma tomada. Isso pode sobrecarregar a tomada utilizada e gerar acidentes graves. Quem tem crianças ou animais em casa, precisa redobrar a atenção, mantendo os enfeites e equipamentos ligados à eletricidade longe do alcance deles.

“Os enfeites natalinos, por serem itens de fácil instalação e uso, não são manuseados com a devida atenção, mas é preciso seguir todas as recomendações de segurança. A informação, a atenção e o uso correto dos materiais são os principais aliados na prevenção de acidentes”, reforça o gerente de saúde e segurança.

Em caso de acidente, o primeiro passo é desligar o disjuntor de energia da casa. Em seguida, observe o estado da vítima. Caso seja necessário, acione o serviço de emergência, principalmente em situações envolvendo crianças e idosos. Se precisar, o serviço de atendimento da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) pode ser acionado pelo número 116.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Desative seu bloqueador de anúncio