Camaragibe

Camaragibe: PM se aproxima da comunidade para deixar Aldeia mais segura

Camaragibe: PM se aproxima da comunidade para deixar Aldeia mais segura
Imagem: reprodução/inter

Considerada uma área estratégica para a Polícia Militar, Aldeia estará recebendo um reforço significativo, no sentido do bem estar social . Foi assinado, nesta quinta-feira (13/08), um convênio para a instalação da 3ª Companhia do 20º BPM, que inclui ainda uma central de monitoramento com participação da Guarda Municipal de Camaragibe e a implantação de uma equipe do Policiamento Comunitário do Sistema Koban , modelo inovador de segurança pública que trabalha com o fortalecimento da relação entre a força policial e a comunidade. A sede da nova unidade vai funcionar no Parque Aldeia dos Camarás.

Durante a apresentação para a sociedade, o diretor de Articulação Social e Direitos Humanos da PMPE, coronel Raul Cavalcante, e o subcomandante do 20º BPM, major João Manoel Pereira, falaram sobre a abrangência do Koban no município. Os policiais serão distribuídos em viaturas e motocicletas, que atenderão, a princípio, comunidades como Pau Ferro e Vera Cruz, entre outras, numa área de abrangência que vai do km 9 ao km 14 da Estrada de Aldeia. Como destacaram os oficiais, a novidade trará um incremento ao policiamento hoje lançado na região. É um reforço de peso que chega para fortalecer o trabalho do Batalhão.

Presente ao evento, o subcomandante da Polícia Militar, coronel André Cavalcanti, destacou que o Sistema Koban é um projeto que nasce a várias mãos e cabeças. “Aqui em Aldeia não será diferente. Com apoio da prefeitura e da comunidade, teremos bons resultados. Não tenho a menor dúvida”, disse Cel. Cavalcanti. Já a prefeita do município, Nadegi Queiroz, enalteceu a importância da presença da PMPE para garantir a estabilidade e a segurança, “de maneira serena, que é a forma como a PM sempre trabalhou aqui no município”, afirmou a gestora.

O policiamento comunitário inspirado no modelo japonês Koban é fundamentado na colaboração entre policiais e comunidade, buscando prevenir e combater a criminalidade a partir da construção de uma rede de segurança local. Desenvolvido pela PMPE, o modelo nasceu da cooperação entre a SDS, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e a Agência Nacional de Polícia do Japão, berço da iniciativa.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Desative seu bloqueador de anúncio