Calendário de vacinação contra a gripe segue nos municípios

Enquanto as atenções de meios de comunicação e população em geral estão voltadas para a pandemia do Covid-19, é importante registrar que a Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe 2020 segue seu calendário, e as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários devem os postos de vacinação. O alerta é feito pela V Gerência Regional de Saúde (V GERES), em Garanhuns. A Campanha iniciou em 23 de março, sendo antecipada em 30 dias, e segue até 22 de maio. 


Segundo Catarina Tenório, gerente regional de saúde, está em curso a segunda fase da vacinação da campanha que é anual. “O objetivo da campanha é reduzir complicações e internações decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, e este ano também evitar que as pessoas busquem postos de saúde e hospitais, com sintomas de gripe, já que a maioria das unidades hospitalares estarão com pacientes de Covid-19, em plena pandemia”. – Revela a gestora.


A vacina contra a gripe não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos, para chegar mais rapidamente a conclusão do diagnóstico de coronavírus. 


Na primeira fase de vacinação, o Ministério da Saúde estabeleceu a meta de 90% de vacinados dos públicos alvo. A V GERES atingiu 95,9% dos trabalhadores da saúde e 90,8% dos idosos.

QUEM DEVE PROCURAR OS POSTOS PARA VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE?

Remanescentes da primeira fase, que são as pessoas com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde. Nesta segunda fase estão sendo vacinados os professores, profissionais de segurança e salvamento, além de doentes crônicos e outros com condições clínicas especiais.


Na terceira fase, que inicia em 09 de maio, devem procurar os postos de vacinação, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, pessoas entre 55 e 60 anos, jovens sob medida sócioeducativa de 12 a 21 anos, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.