Brasileiros pirateiam sinal de live paga do grupo k-pop BTS

Brasileiros pirateiam sinal de live paga do grupo k-pop BTS

Um dos principais grupos de k-pop do mundo, o BTS, realizou na madrugada deste domingo (14) sua primeira live desde que o mundo entrou em quarentena. O grupo é muito querido pelo público jovem em várias partes do mundo.

Mas, diferente das lives dos artistas brasileiros, onde os shows acontecem grátis no Youtube, a live do grupo BTS foi paga, e para assistir o streaming era preciso fazer uma assinatura do aplicativo Weverse, que desde o início de junho começou a venda dos ingressos.

No entanto, o público brasileiro liderou o hanking de audiência, mesmo sem pagar muito, ou quase nada. Acontece que um grupo de brasileiros que comprou a assinatura de transmissão pirateou o sinal para outros armys (como são chamados os fãs do BTS).

Apesar de o público brasileiro não ter sido pontuado no painel de audiência do BTS, nas redes sociais do Brasil não se falou em outra coisa a não ser o ‘contrabando’ assistido por mais de 3 milhões de fãs brasileiros.