20 C
Gravatá

Brasil terá primeiro reality show de poker com prêmio de R$1 milhão

O Brasil está próximo de ganhar seu primeiro reality show dedicado ao poker, o Big Player Brazil. O programa está marcado para estrear no mês de agosto e será realizado no litoral de Alagoas, com transmissão ao vivo 24h por dia durante um mês. O grande vencedor levará para casa o prêmio de R$ 1 milhão.

Ao todo, o reality contará com a participação de 36 players, que poderão mostrar suas habilidades nas cartas durante um mês. Além do melhor jogador, o reality show também contará com a disputa para melhor musa da competição.

banner prefeitura

Já os fãs, que poderão acompanhar todas as fases do programa pela internet, também irão participar por meio de votações, que irão decidir os rumos da competição. A expectativa é que a atração pegue carona na popularidade do poker no Brasil,esporte da mente que já conta com mais de 8 milhões de jogadores no país – entre profissionais e amadores.

O cenário do poker no Brasil foi completamente transformado nos últimos 10 anos. Nesse período, além da criação de torneios em todo o país, também foi possível observar um enorme crescimento no número de praticantes e o surgimento de diversas plataformas online voltadas a esse esporte – que cada vez mais atraem novos usuários, com bônus de poker online para jogar grátis, guias de estratégia ou até mesmo análises para aprender este esporte fascinante.

Reality shows viram febre no Brasil

Você pode até não gostar, mas é inegável a influência dos reality shows sobre o público brasileiro. Com isso, o Big Player Brazil se torna apenas mais um dentre diversos outros programas do gênero, que já conta com exemplos de sucesso como o Big Brother Brasil, da Globo, e o MasterChef, da Band.

Para o pesquisador Cláudio Ferreira, as razões que explicam o grande apelo do formato no Brasil são simples e envolvem tanto a possibilidade de observar a vida do outro quanto a relação que o público estabelece com o programa ao guiar seus rumos.

“A gente tem essa coisa do voyeurismo, é natural do ser humano. Gosta de observar o outro e, nesses programas, você acaba se deparando com aspectos muito íntimos como o banho, o sexo. Isso sem falar na questão da interatividade. O indivíduo pode decidir os rumos do programa, que é bem interessante também”, frisa.

Além disso, o pesquisador também ressalta que este gênero de programa possui um custo de produção relativamente baixo, o que garante um retorno financeiro aos canais mesmo quando a audiência não atinge números tão expressivos.

“Nem precisa ter audiência porque comercialmente eles são muito vantajosos. Por isso, toda tevê aberta tem o seu”, explicou Ferreira.

Ao falar sobre esse tema, é impossível não mencionar o sucesso atingido pela vigésima edição do Big Brother Brasil. O reality comandado por Tiago Leifert bateu recordes de audiências e conseguiu entrar para o Guinness Book, o livro dos recordes, pelo “maior número de votos recebidos por um programa de televisão”. A marca foi atingida no décimo paredão da edição – formado entre Mari, Manu e Prior – que acumulou mais de 1 bilhão e meio de votos no Gshow, site oficial do BBB

“O engajamento que esse Paredão mostrou é apenas a prova da paixão do público pelo BBB. Ficamos sempre lisonjeados e emocionados quando vemos o quanto as pessoas se importam com nossas histórias e personagens”, afirmou apresentador do programa.

Ao todo, o BBB 20 teve 20 participantes, 97 dias de confinamento e 17 paredões. A final foi feminina, com a participação das sisters Manu Gavassi, Rafa Kalimann e Thelma Assis – a única inscrita da edição dentre as três finalistas e vencedora do prêmio de R$ 1,5 milhão.

Leia também:

- Advertisement -
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

Bloqueador de anúncios detectado!!!

Detectamos que você está usando extensões para bloquear anúncios. Por favor, ajude-nos desativando este bloqueador de anúncios.

Powered By
CHP Adblock Detector Plugin | Codehelppro