Bolsonaro tem 72 horas para explicar medidas para controlar fogo na Amazônia

O Presidente Bolsonaro está numa verdadeira sai justa com os inúmeros focos de incêndio na amazônia. O Juiz Federal da 21ª Vara do Distrito Federal (DF) deu apenas 72 horas para o presidente do Brasil explicar quais medidas serão adotadas para combater as queimadas na maior floresta do mundo.

O magistrado exige também que medidas sejam adotadas para punir possíveis envolvidos no incêndio criminoso na vegetação. O Juiz foi provocado pelo advogado Carlos Klomfahs.

O juiz federal entendeu que a Constituição do país deixa dúvida sobre a responsabilização do Poder Público em coibir o emprego de técnicas e métodos que colocam em risco a vida e o meio ambiente.