Bolsonaro sinaliza abertura de escolas e comércio após declaração da OMS

Bolsonaro sinaliza abertura de escolas e comércio após declaração da OMS

O presidente Bolsonaro (sem partido) ventilou a possibilidade de reabrir escolas após Organização Mundial de Saúde (OMS) lançar dúvidas sobre a COVID-19.

O chefe da nação brasileira abriu reunião ministerial nesta terça-feira (9) lamentando mortes provocadas pelo novo coronavírus e criticou a OMS, reconhecendo que não há comprovações com base científica sobre o uso hidroxicloroquina para tratar a doença, no entanto voltou a defender o tratamento com o remédio em pacientes com COVID-19.

Bolsonaro ainda disse que poderá reabrir escolar e o comércio após a menção de uma das diretoras OMS sobre o fato de pessoas em sintomas possivelmente não transmitir a doença.